terça-feira, 1 de outubro de 2019

Maioria de fiéis acredita em anjos e demônios, mas púlpitos silenciam. Por quê?

Anjo tira do pecado e leva a Nossa Senhora
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Para 77% dos adultos americanos, a existência e atividade dos anjos em torno dos homens é uma verdade muito real.

Foi o que revelou uma enquête da Associated Press e da GfK, após ouvir 1.000 pessoas no mês de dezembro.

Anjo, protetor contra o demônio. Simone Martin
Para 88% dos consultados, a fonte dessa convicção é a religião cristã, noticiou há tempos a agência CNSNews.

Mas a crença nos anjos é compartilhada pela maioria dos não cristãos.

Inclusive mais de quatro de cada 10 americanos que jamais assistem a um serviço religioso acreditam na existência dos espíritos, celestes ou infernais.

Análoga sondagem feita em 2006 constatou que 81% acreditavam na existência e ação dos anjos na Terra.

A tendência para crer neles está aumentando.

Diabo: único beneficiado com o silêncio
Em maio de 2011, 92% dos adultos disseram ao Gallup que acreditavam em Deus.

Porém, 34% responderam a análoga sondagem da Associated Press e da Ipsos dizendo que também acreditavam nos fantasmas e nos discos voadores, aliás muitas vezes ligados aos anjos infernais.

Contudo, se a gente fosse calcular a proporção de pregações dos púlpitos católicos sobre tão fundamental questão, o resultado seria provavelmente decepcionante.

Essa omissão pode ter efeitos trágicos no discernimento dos fiéis quanto à influência dos anjos bons e dos demônios.

Nessa confusão só o pai da mentira tira proveito.



2 comentários:

  1. Interessante!

    Os EUA parece estar a frente do Brasil no que diz respeito a crença nos anjos. Infelizmente a crença nos anjos ficou um tanto apagada na devoção dos brasileiros, mas tem um sacerdote brasileiro muito conhecido que tem pregado novamente sobre os anjos. Acredito que, em parte, devido às pregações desse sacerdote os fieis brasileiros têm redescoberto a devoção aos santos anjos. No mais eles são poderosos mensageiros e servidores de Deus entre os homens.

    ResponderExcluir
  2. Os anjos e os demônios estão mais presentes na nossa vida do que imaginamos e não digo isso num sentido metafórico, mas literal enquanto referência a seres espirituais bons e maus. Nesse sentido, o saudoso exorcista Pe. Gabriele Amorth apontava que uma das causas de haver pouco interesse pelo ministério do exorcismo está na ausência da angeologia e demonologia nos cursos de teologia nos seminários. Felizmente isso tem mudado, graças em grande parte ao apostolado que o Pe. Amorth desempenhou em prol da redescoberta do exorcismo.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.