domingo, 18 de outubro de 2015

A Tour Triangle desfigurará a capital da filha primogênita da Igreja

Um prédio deliberadamente torto que causa a impressão de que está para desabar.
Um prédio deliberadamente torto
que causa a impressão de que está para desabar.



A prefeita socialista de Paris, Anne Hidalgo, obteve sinal verde para levar adiante o projeto da Tour Triangle. O monstruoso prédio de 180 metros de altura divididos entre 42 andares será destinado a escritórios.

Localizado no 15e arrondissement (bairro), ele deverá ser concluído por volta de 2020, noticiou o jornal Le Monde.

Paris, cidade à qual se pode aplicar por analogia a Lamentação de Jeremias sobre Jerusalém devastada – “eis a cidade da qual diziam ser a beleza perfeita, a alegria do universo” (Lamentações 2, 15) – vai receber mais este golpe da ideologia anticristã socialista.

Os entraves administrativos foram removidos, tendo sido ignoradas as normas que tentam impedir a construção de monstros que arruínam a harmonia e delicada proporção da Cidade Luz.

A promoção de monstrengos arquitetônicos em nome da modernidade foi um objetivo constante do Iluminismo e do socialismo. No fim do Ancien Régime chegou-se a projetar a demolição da catedral de Notre-Dame e sua substituição por um templo grego.



No fim da II Guerra Mundial falou-se em demolir a região da Ile de la Cité para erigir ali o conjunto que hoje estadeia sua feiúra e anti-funcionalidade no bairro de La Défense.

A Tour Triangle parece feita para quebrar a harmonia e a proporcionalidade da arquitetura parisina.
A Tour Triangle parece feita
para quebrar a harmonia e a proporcionalidade
da arquitetura parisina.
Agora a prefeita socialista Hidalgo justificou a nova bofetada que é dada a Paris com a ereção da Tour Triangle como “uma formidável oportunidade para atrair 500 milhões de euros em investimentos”, argumento essencialmente materialista.

A Torre, segundo ela, será “mais uma obra de arte na cidade”, fazendo referência aos monumentos arquitetônicos deixados pela presidência de François Mitterrand. A extrema-esquerda parisiense elogiou o “atrativo” da iniciativa.

Os vereadores verdes denunciaram o absurdo do projeto, considerando que “em Paris há mais de 1 milhão de metros quadrados vazios”, sem esclarecer que eles se encontram sobretudo nos prédios de La Défense, construídos segundo os mesmos critérios ofensivos ao perfil arquitetônico da Paris tradicional.

Alguns vereadores oposicionistas apontaram a inutilidade do prédio e seu gigantismo estapafúrdio.

Para a oposicionista Nathalie Kosciusko-Morizet, a desproporcionada construção pode ser comparada à Torre de Pisa, porque é torta. A modernice se apraz em contradizer a lógica, a beleza e a moral.

Também em matéria de estilo arquitetônico aplica-se o pensamento de São Pio X, segundo o qual tudo que ofende a França, ofende a Igreja, e tudo que ofende a Igreja, ofende a França.

Parafraseando o que a Escritura diz sobre o reino de Israel, o Santo Papa também afirmou: “Não se encontrou ninguém que insultasse esse povo [francês], salvo quando ele se afastou de Deus”.

A Tour Triangle é mais um desses insultos a Deus e à Igreja, e não só a Paris e à França.


Um comentário:

  1. Será que essa Tour Triangle tem algum significado ou simbologia ocultista, visto que o triangulo pode ter significados religiosos?

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.