domingo, 16 de agosto de 2015

Bispo colombiano blasfema contra Apóstolos
para congraçar LGBTI

Mons.Juan Vicente Córdoba
Mons.Juan Vicente Córdoba



O bispo de Fontibón e ex-secretário da Conferência Episcopal da Colômbia, Dom Juan Vicente Córdoba, pediu “sinceras desculpas” pelas blasfemas e obscenas expressões que empregou para se referir aos Apóstolos e a Santa Maria Madalena em palestra pública diante de 300 pessoas a respeito da homossexualidade, noticiou ACIPrensa.

O bispo difundiu sua retratação pelo site da Conferência Episcopal da Colômbia, após a mídia nacional e internacional publicarem farto material de documentação. Esse material inclui um vídeo do Youtube com as blasfêmias e torpezas pronunciadas pelo prelado no intuito de agradar o público LGBTI.
Falando da mesa, o bispo disse: “Não sabemos se algum dos discípulos era mariconcito (sic). Não sabemos (…). Não sabemos se a Madalena era lésbica”. 

Ele incluiu comentários e gestos corporais de baixo calão sobre a vida de Santa Maria Madalena antes da conversão. A moral e a limpeza de linguagem nos impedem sequer de aludir a tais ditos e gestos.

As ofensas foram pronunciadas no foro “Adoção e casamento igualitário: um caminho inconcluso”, convocado pela Fundación Buen Gobierno, pela Universidad de Los Andes e pela Fundación Colombia Diversa de Bogotá.

Em suas escusas, Dom Córdoba disse que falou assim porque não sabia que havia meios de comunicação no local. Por isso se sentiu autorizado a “utilizar algumas expressões coloquiais que, fora do contexto de um encontro acadêmico e de diálogo com os presentes, se tornam claramente infelizes. (...) a essas lamentáveis expressões não se pode dar valor teológico ou moral algum”.

De fato, foram expressões profundamente obscenas, mais próprias de uma taverna de má fama, ofensivas à teologia e à moral católica e totalmente inadmissíveis na boca de um Príncipe da Igreja, que com esses mesmos lábios pronuncia as palavras da Consagração e opera assim a transubstanciação do pão e do vinho em Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Na pirueta verbal de retratação, o bispo reafirmou sua “firme e plena convicção na doutrina moral da Igreja Católica sobre a homossexualidade” como está contida no Catecismo da Igreja Católica, n. 2358.

Ele insistiu que, com essas frases e gestos – aliás, objetivamente blasfemos –, não pretendia negar a moral inamovível da Igreja, mas abrir um espaço de acolhida e simpatia para com os membros da comunidade LGBTI que participavam do foro.

O bispo publico desastrada "retratação" pelo site da Conferência Episcopal Colombiana
O bispo publico desastrada "retratação" pelo site da Conferência Episcopal Colombiana
Em síntese, o prelado se apresentou como uma figura vanguardeira das propostas que o cardeal Walter Kasper pretende fazer passar no Sínodo sobre a Família de outubro próximo, no Vaticano.

No site Infocatólica, Luis Fernando Pérez Bustamante replicou o ex-secretário da Conferência Episcopal da Colômbia, dizendo que meras palavras não são suficientes num caso tão grave.
O articulista citou as palavras do prelado que nos é impossível reproduzir, acrescentando que a nota com as escusas “não vale de nada, pois tenta explicar o inexplicável. Cristo diz que a boca fala da abundância do coração. E sua boca, Mons. Juan Vicente Córdoba, mostrou um coração incompatível com a condição de pastor da Igreja. O senhor professa o que disse, e diante do escândalo mundial provocado, saiu a público para dar explicações tarde e mal”.
O articulista também lembrou que a doutrina católica pede a penitência além do arrependimento e da confissão sacramental. Sendo público o escandaloso ultraje, a penitência também deve ser pública.
“Chegamos a uma situação que para muitos fiéis resulta insuportável”, concluiu Pérez Bustamante.
Não temos notícia dessa penitência. Deploraremos profundamente se o ex-secretário da Conferência Episcopal desse grande país continuar a se exibir no jetset eclesiástico acobertado por uma  misericórdia insincera.

Um comentário:

  1. Carmen Lucia da Rocha Xavier17 de agosto de 2015 10:02

    Pobre da Igreja de Cristo! Não precisa de inimigos fora dela já tem em seu seio várias serpentes destilando o veneno de Satanás.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.