quinta-feira, 26 de abril de 2012

Invasão islâmica na Catalunha aproveita espaços esvaziados de cultura católica

'Plaza de Toros' de Barcelona: futura Grã Mesquita?

Os muçulmanos pediram a arena da praça de touros mais famosa de Barcelona, o Coliseu, para transformá-la numa mesquita gigante. Os ativistas ambientalistas conseguiram interditar as “corridas” na cidade, deixando sem uso o enorme prédio, abrindo essa oportunidade para os islâmicos.

Segundo reportagem televisiva da CBN News, algumas cidades espanholas se parecem agora mais com o Oriente Médio. A TV americana apresenta muitas imagens tiradas da vida quotidiana (vídeo abaixo).

Na cidade catalã de Salt, os muçulmanos já representam 40% dos moradores e em breve serão a maioria.

Um projeto de mesquita financiado pela seita radical Wahhabita, da Arábia Saudita, não foi aprovado pela prefeitura. E um anônimo jogou no local uma cabeça de porco, porque a superstição muçulmana proíbe a construção de mesquita em solo contaminado com substâncias impuras, como seria a carne de porco.

Mas o número de muçulmanos aumenta tão rapidamente em Salt que é só questão de tempo para eles assumirem o controle da cidade.

No século VII, exércitos muçulmanos invadiram a maior parte da Espanha, chamando-a de Al-Andalus. Mas acabaram sendo expulsos definitivamente pelos Reis Católicos em 1492, após oito séculos de Cruzada de Reconquista.

Agora eles estão retornando. Pesquisa da Pew registrou que 70% dos muçulmanos na Espanha se consideram muçulmanos, e não espanhóis.

Video: reportagem sobre invasão islâmica na Catalunha



A polícia da cidade de Lleida julga que os muçulmanos estão envenenando os cachorros, por serem considerados animais imundos. Lleida foi a primeira cidade espanhola a proibir o uso da burka. Em seguida, o prefeito fechou mesquita da cidade, porque estava transbordando de adoradores na sexta-feira. Esses indícios mostram a gravidade da fratura social e cultural que está em andamento.

Haveria na Espanha mais de 100 mesquitas da seita radical Wahhabita, segundo a CBN News. Dois canais de televisão islâmicos do Oriente Médio estão agora retransmitindo no país.

Em sentido contrário, os espanhóis nativos estão desaparecendo lentamente pelo controle da natalidade. O número de nascimentos já é inferior ao de substituição da população.

Além disso, um grande número de espanhóis em idade universitária está fugindo do país para escapar de uma taxa de desemprego de 50% para os jovens.

A taxa de natalidade dos muçulmanos – cujo número decuplicou nos últimos 20 anos – é pelo menos duas vezes a dos espanhóis nativos.

Um relatório secreto da inteligência espanhola, que vazou para a mídia, descobriu que grupos radicais do Oriente Médio estão investindo grandes somas de dinheiro na Espanha a fim de controlar os muçulmanos instalados no país.

Na Catalunha, muitos dizem que “eles vêem para cá para conquistar o que, de acordo com os muçulmanos, lhes pertencia”.



quinta-feira, 19 de abril de 2012

Países que padeceram a ditadura soviética não querem a ditadura da UE e defendem suas raízes cristãs

Budapest: cartaz em passeta defendendo a Constituição
Budapest: cartaz em passeta defendendo a Constituição
A Polônia e a Lituânia apoiaram a Hungria em meio a uma onda de ataques que esta sofreu por ter aprovado uma Constituição marcada por altos valores cristãos.

Zsolt Nemeth, secretário do Ministério do Exterior húngaro, declarou que seu governo propôs ao Parlamento a aprovação de um “decreto de gratidão” aos líderes desses dois países, noticiou “The Lituanian Tribune”.

Esses países da Europa Central compreendem bem “o que é o Estado pós-comunista do ponto de vista psicológico, político e econômico, e como é difícil operar mudanças profundas para eliminar as redes pós-comunistas”, observou o site politcs.hu.
Budapest: húngaros agradecem apoio lituano e polonês

Veja vídeo
União Europeia parece URSS,
dizem húngaros

O Parlamento lituano aprovou resolução apoiando o direito da Hungria de elaborar sua própria Constituição.

Por sua vez, o premier polonês Donald Tusk declarou que a Polônia sustentaria politicamente a Hungria contra as “exageradas reações políticas europeias”, em referência às atitudes assumidas pela União Europeia e líderes do continente contra a altaneira nação húngara.

Video: um milhão pela Constituição defensora das glórias cristãs da Hungria




quinta-feira, 12 de abril de 2012

Episódio de heroísmo anti-cristianofóbico na Nigéria

Pároco se interpôs entre metralhadoras e fiéis

Na saída da missa de Natal da igreja de Santa Teresa, em Madalla, Nigéria, a milícia islamita de Boko Haram assassinou covardemente 44 fiéis e feriu mais de cem.

A imagem de Nossa Senhora da Piedade ficou coberta pelo sangue dos mártires, espalhado por violenta explosão.

O pároco Isaac Achi viu os corpos queimados e ouviu os feridos gemendo.

Na confusão, as forças do exército começaram a disparar contra milhares de fiéis em pânico, mas o sacerdote se interpôs entre ambos. Os soldados pararam.

Pietà salpicada do sangue dos fiéis mártires nigerianos
Para os fiéis, ele é o verdadeiro herói de Santa Teresa.

O padre Isaac ficou recolhendo durante três dias partículas humanas dos muros da igreja, noticiou o “ABC” de Madri.

A Cristofobia ruge na Nigéria e o demônio seu inspirador também.