quinta-feira, 8 de março de 2012

Cérebros de jogadores virtuais apresentam sinais de ludopatas

O primeiro estudo neurológico de jogadores digitais apontou que o cérebro dos que jogam pelo menos nove horas por semana no computador dá sinais similares ao dos ludópatas, pessoas tendentes ao jogo compulsivo e a condutas aditivas.

Neurólogos e psicólogos da Europa e do Canadá publicaram os resultados de sua investigação na revista científica Translational Psychiatry. À testa deles está Simone Kuhn, da Universidade de Gant, na Bélgica, noticiou o diário “Clarin” de Buenos Aires.

As estruturas e reações cerebrais de 154 adolescentes foram acompanhadas com ressonâncias magnéticas em função das horas semanais dedicadas aos videojogos.

Os cientistas verificaram que os jogadores assíduos tinham mais desenvolvida a área do cérebro relacionada com a recompensa e o bem-estar. Também detectaram que os jovens adictos liberavam mais dopamina nessa zona. Essas são características de pessoas que tendem a condutas compulsivas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.