domingo, 7 de agosto de 2011

Festa da Assunção: comemoração do triunfo da Mãe de Deus

Assunção de Nossa Senhora, (Trier, ©Vassil) Luzes de Esperança A festa da Assunção de Nossa Senhora, que se comemora no dia 15 deste mês, é a celebração do triunfo da Mãe de Deus.

“Os antigos, quando falavam da festa da Assunção, diziam que era a festividade de Nossa Senhora da Glória.

“Eles entendiam bem que a Assunção não é apenas o fato físico de Nossa Senhora sair desta Terra ‒ tendo sido ressuscitada por virtude de seu Divino Filho ‒ e ir para o Céu. Mas é a glorificação da Mãe de Deus.

“Depois de ter passado por toda espécie de sofrimentos, angústias, dilacerações e humilhações, Ela é glorificada por Nosso Senhor aos olhos dos homens, por meio da Assunção.

“Privilégio único na História, pelo qual uma mera criatura é levada em corpo e alma pelos anjos ao Céu.

“Ela, que possuía uma alma santíssima, uma dignidade, uma majestade, e ao mesmo tempo uma afabilidade inexprimíveis, naturalmente deixou que transparecesse nesse momento toda santidade em sua fisionomia.

Assunção de Nossa Senhora, (Ugolino Lorenzetti) Luzes de Esperança“Também nesse momento transpareceu uma efusão de ternura, de misericórdia e de bondade suprema d´Ela, como manifestam todas as mães que se despedem dos filhos.

“Com a segurança para todos de que Ela, não estando mais presente na Terra, começava sua grande missão do alto do Céu.

“Depois da Assunção, sua glória se manifestou cada vez mais.

“Como bem observa São Luís Grignion de Montfort, não existe uma igreja na Terra onde não haja um altar dedicado a Nossa Senhora, exceção feita hoje a certas igrejas modernosas, que quase não são mais igrejas; não há uma alma que se tenha salvo, sem ter sido devota de Nossa Senhora; não há uma graça que os homens tenham recebido, que não foi obtida por Ela.

“Assim, sua glória vai crescendo até o fim dos séculos, com o dia do Juízo Final.

“Todos os homens serão julgados; portanto, Ela também. Mas, como Ela não está sujeita a nenhuma dívida, não cometeu nenhuma falta, no Juízo Final haverá uma suprema glorificação da Santa Mãe de Deus”.



Plinio Corrêa de Oliveira, 13-8-1965


Assunção de Nossa Senhora, (Francesco Botticini) Luzes de Esperança
Fonte: Revista Catolicismo, Agosto, 2008.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.