quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Excesso de Internet e videojogos pode gerar alunos “robotizados” e sem sociabilidade


O excesso de tecnologias digitais pode criar uma geração de crianças “robô” escreveu Graeme Paton, editor de educação do diário londrino “The Telegraph”.

Muito uso de internet e videogames danifica a sociabilidade das novas gerações e tolhe o desenvolvimento de um pensamento independente.

Vicky Tuck [foto], presidente da Girls' Schools Association, que representa as 200 escolas pagas topo-de-linha propôs um projeto para que as meninas desenvolvam qualidades próprias de um ser independente. A Universidade de Oxford aprovou esse projeto.

“Nós temos que impedir a desumanização da educação provocada pelo excesso de confiança na tecnologia. As universidades não querem estudantes fruto do ensino robotizado”, disse Tuck.

O Dr. Richard Graham, psiquiatra infantil disse que muitas horas gastas em videojogos estragam as oportunidades sociais futuras dos jovens. “As escolas devem ensinar valores morais, elas são locais nos quais os alunos tomam contato com o mundo real”, acrescentou.

Desejo receber atualizações gratis e instantâneas do blog 'Luz de Cristo x trevas da irracionalidade' para meu Email

Um comentário:

  1. Pela primeira vez concordo:
    não sei como é no Brasil, mas por cá o Ensino cada vez está mais empenhado em transformar miúdos em robôs/depósitos de informação sem ideias próprias ou criatividade.
    No entanto, penso que a culpa não é da Internet ou dos videojogos, é do antiquado sistema de ensino.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.