domingo, 23 de setembro de 2007

Bispo holandês pede aos católicos invocarem Alá

O bispo de Breda, Mons. Tiny Muskens, propôs pela TV que os católicos nas missas passem a chamar Deus de “Allah”.

O prelado fez um jogo de palavras, pois “Allah” significa literalmente “Deus”. Mas a troca conduz a uma confusão fundamental. Pois, por trás das palavras há dois conceitos de Deus incompatíveis: o católico que invoca — na língua que for inclusive a árabe, o único Deus verdadeiro — e o islâmico que apela em vão a um deus falso. Como dizem as Escrituras omni dei gentii daemonia: todos os deuses dos gentíos são demônios.

O “De Telegraaf”, maior jornal da Holanda, constatou que 92% de mais de 4.000 pessoas consultadas discordaram da opinião do bispo, e chegaram a julgá-la ridícula. De fato, confusões do gênero dissolvem a consciência da identidade cristã da Europa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.