domingo, 5 de agosto de 2007

Mesquitas tomam o lugar de igrejas e geram polêmicas na Europa

Mesquita em Gibraltar

Em Mannheim, Alemanha, ergue-se uma grande mesquita numa região que outrora albergava um catolicismo fervoroso. Enquanto isso as igrejas católicas vão fechando. Das irmãs do Divino Salvador que há alguns anos eram 180, só ficam 8. No fim de semana apenas 150 fiéis assistem à missa na igreja de Nossa Senhora (Liebfrauen) enquanto que 3.000 muçulmanos se concentram na mesquita de Yavuz-Sultan-Selim aberta em 1995. Mannheim é um exemplo da ameaça à cultura cristã européia, escreveu “Der Spiegel”. Por isso mesmo, projetos de grandes mesquitas em Colónia, Amsterd, Londres ou Sevilha encontram muita resistência, além do medo de se transformarem em centros de terrorismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.