sexta-feira, 27 de julho de 2007

Salvador: padre criou modas litúrgicas aloucadas


O padre José Souza Pinto, pároco da Lapinha, vinham escandalizando Salvador. Nas missas, fantasiou-se de baiana, de índio e até de Oxum, um orixá do candomblê. Misturou sacrilegamente de modo sincretista o rito católico com outros supersticiosos; maquiado, executou danças estapafúrdias com autorização da diocese, segundo ele. Para o arcebispo de Salvador, Cardeal Geraldo Majela Agnelo, que afastou o sacerdote, se o padre Pinto, entretanto, voltar a ter um comportamento “normal”, poderá celebrar missas na paróquia.
Gritaria episcopal mesmo só deu quando S.S. Bento XVI anunciou uma permissão parcial para a Missa do Concílio de Trento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.