sexta-feira, 27 de julho de 2007

Intolerância ecumênica não perdoa santuário católico

Clique e amplie a foto
No solo da famosa Basílica de Fourvière em Lyon, França, um mosaico representa uma dezena de hereges sob a figura de animais repugnantes. Entre eles, estava representado Lutero. O artístico mosaico suscitou a antipatia da assembléia ecumênica reunida pela comunidade Santo Egídio de Roma. Como a lei — anticlerical, aliás — impede a remoção das obras de arte, os participantes da assembléia deixaram uma placa de protesto no local, segundo o jornal “La Croix” de Paris. Mais um gesto de intolerância da "Inquisição ecumênica". Irracionalidade pensada contra tudo aquilo que lembra a distinção entre a verdade e o erro, o bem e o mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.