sexta-feira, 27 de julho de 2007

Em SP: macabro e socialismo de mãos dadas


O médico alemão Gunther von Hagens promove, agora em São Paulo, mórbida mostra artística itinerante denominada Body Worlds. Nela exibe defuntos sem pele, tratados com uma técnica de sua invenção. Eles são dispostos em posturas lúdicas, para dissimular o conteúdo macabro da exposição.
Hagens criou uma linha de montagem de cadáveres em Dalian (China), próxima a três prisões agrícolas. O regime marxista lhe vende os presos executados, por 800 reais cada. A dantesca linha de montagem supera as mais férteis imaginações de horror. Uma das fotos mostra sorridentes operárias chinesas tratando peles humanas inteiras, penduradas como num açougue!

Os principais fornecedores na China, como também no Quirguistão (ex-URSS), são delegacias de polícia, asilos de velhos, presídios, hospitais e universidades. Entre 1996 e 2002, a "filial" do Quirguistão exportou 30 toneladas de carne humana: 488 corpos inteiros, 10 fetos, 431 cérebros e 397 órgãos variados! Outra "filial" dessas aberrações funciona na Rússia de Putin.

Hagens quer montar em Londres um inqualificável presépio em tamanho natural, colocando na manjedoura um feto dissecado!
"Arte" moderna, socialismo, blasfêmia, ateísmo e satanismo conjugam-se para produzir um mundo diabolicamente irracional, mas logicamente oposto à Civilização Cristã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.